Estresse afeta sua saúde mais do que você pode pensar

Estresse afeta sua saúde mais do que você pode pensar

Os airbags de ombro normalmente são usados ​​- e você sabe, quando você se senta na cadeira você meio que quer balançar os braços e os ombros de um lado, depois o outro – se não, às vezes os airbags ficam preso por seus ombros, e você verá como eu estou prendendo um dos airbags, e você não vai conseguir o efeito completo.

Então, você quer ter certeza de entrar e não está dobrando nenhum dos airbags. Além disso, os airbags de ombro são ajustáveis ​​em um presente, então você sabe, eu sou 5 ′ 9 ″, 5 ′ 8 ″, 5 ′ 9 ″, esta é a altura perfeita para mim, mas digamos que eu era apenas 5 ′ 4 ″, Ou 5 ′ 3 ″, ou 5 ′ 5 ″, você pode ajustar o ombro airbags para baixo, ou se você é mais alto, como 6 ′, você pode trazer isso, você pode configurá-lo para que ele esteja lidando com um tronco mais alto também .

Agora, quando eu virar a cadeira, você verá, e levarei apenas um minuto para que isso aconteça, mas você notará que os airbags se inflamam simultaneamente em ambos os lados. Então, quando eu tiver – só um minuto, deixe-me ligá-lo – OK, agora, nós ligamos os airbags, e você notará quando os airbags dos ombros estiverem cheios, nós vamos dar um minuto.

Quando os airbags de ombro se enchem, eles se enchem, são longos o suficiente para que se encham em volta dos ombros, até a frente dos meus ombros, e quando isso acontece, ele empurra os ombros para trás. Então, para correção postural, é um ótimo recurso, muitas cadeiras têm isso. Algumas cadeiras têm airbags de ombro que apenas se chocam dos lados para manter seu corpo no lugar enquanto os rolos sobem e baixam, mas a Luraco Legend tem um pouco mais de airbags de ombro,

Agora, você pode ajustar a intensidade desses airbags, há uma configuração de intensidade, ou uma configuração de ajuste no controle remoto, mas você pode fazer com que eles aumentem a intensidade para até cinco em cinco, ou para baixo, tão baixo quanto um um de cinco.

Então, se você é realmente muito, muito, muito grande, você pode não precisar de muita intensidade para comprimir seus ombros, mas se você é magra, você pode querer ir até os cinco, o topo a escala, para prender seus ombros – para ter certeza de que você colocou os ombros para trás – mas isso geralmente funciona em conjunto com os rolos subindo e descendo pelas costas.

Então, enquanto ele está prendendo seus ombros para trás, você pode ver que eu estou presa, os roletes também vão subir e descer suas costas, e isso aumentará sua correção de postura. Veja, então, vai empurrar o meio das costas para a frente e imobilizar os ombros para trás, e isso ajudará na sua postura, e isso não é incomum. Nós vemos isso em muitas cadeiras, onde eles têm airbags da poltrona da polishop em ombro trabalhando em conjunto com os rolos.

E é interessante se você nunca se sentou em uma cadeira de massagem que tem airbags de ombro antes, você liga isso, e então você se senta na cadeira por 10 ou 15 minutos, ou mais, você se levanta, você Sinta-se como se estivesse mais alto. Então, essas cadeiras são, de uma maneira muito real, irão melhorar a correção postural para sua coluna. E assim, muitos de nós em nossa sociedade hoje temos uma carruagem dianteira, ombros curvados, o que eles chamam de síndrome de cruzada superior, de sentar em mesas, ou pairando sobre terminais de computador, ou o que for, e isso vai te puxar de volta. É realmente um valor de benefício maravilhosamente terapêutico de muitas cadeiras de massagem, incluindo a Luraco Legend.

Amizade depende de virtude

É um erro pernicioso de todas as pessoas imaginar que em amizade a porta está aberta a todos os abusos e a todos os atos indignos. A amizade nos foi dada pela natureza como auxiliar de nossas virtudes, não como cúmplice de nossos vícios, a fim de que a virtude, não podendo alcançar sozinha o soberano bem, o alcançasse ligada e apoiada à virtude de outrem. Se, portanto, entre as pessoas, tal comunidade existe, existiu ou existirá, sua associação deve ser considerada como o melhor e o mais ditoso caminho rumo à perfeição natural.

O Formula Negocio Online em tal círculo de amizade, afirmo, acham-se todos os bens que os homens julgam ser necessário buscar, como consideração, glória, tranqüilidade de espírito e alegria, de modo que, quando esse círculo existe, a vida é feliz, e sem ele não poderia sê-lo. E como aí se encontra o melhor e o mais importante, se quisermos alcançá-lo temos de dedicar todos os nossos cuidados à virtude: sem ela, não obtemos nem a amizade nem qualquer desses bens dignos de serem cobiçados. Aqueles que, tendo negligenciado a virtude, imaginam ter amigos, percebem que se enganaram tão logo uma grave dificuldade os obriga a colocarem seus supostos amigos à prova.

É impressionante o quão profundo é Cícero em sua obra ´A AMIZADE´ ..*.. ao destrinchar o tema sobre a amizade. Nele vemos que a verdadeira felicidade só pode ser alcançada com base nos mais elevados valores a que todos os seres humanos, sem distinção, estão aptos a conquistarem independentemente de condição social, raça, sexo, religião etc.

Embora escrito a mais de dois mil anos, o tema é de uma atualidade impressionante, pois a sociedade moderna tem discutido como nunca questões como ética, moral, justiça, respeito, dignidade e, a cada dia vai ficando mais evidente que as conquistas não valem a pena se não são embasadas e alicerçadas em princípios éticos.

As grandes empresas, indústrias e organizações sabem que a falta desse quesito é um veneno que rapidamente pode destruir os frutos de todo um trabalho árduo, moldado no esforço, seriedade e honestidade de muitos anos, e até décadas. Os sistemas de gestão mais modernos tem se direcionado a utilizar como argamassa ações nobres e corretas. Os profissionais que estão atuando em desconformidade com essa tendência colocam em risco não só o futuro de si, mas comprometem o futuro da corporação em que estão inseridos, produzindo males à saúde desta que, em médio prazo, produzirão perdas incomensuráveis.

Pois bem, não só o sucesso do mundo corporativo deve ser calcado em valores, uma vez que esse mundo é conformado por pessoas, entes que atuam e o representam. Boa parte da responsabilidade desse sucesso está nas mãos daqueles que fazem seus ´dia a dia´ extensivos, também, aos sistemas educacionais, aos profissionais liberais, de saúde, etc.

Um excelente termômetro, como na obra supra, a verdadeira amizade é aquela na qual existe conivência de valores e sua grandeza se encontra nas pessoas honestas, pois é até paradoxal pensar que pessoas desonestas podem ser amigos de alguém. Nesse sentido, pessoas que não têm dignidade nem hombridade, jamais serão dignas de confiança, uma das qualidades inerentes ao laço de toda amizade.

Nunca é tarde para começar ou recomeçar! Cabe-nos a tarefa de nos tornarmos melhores a cada dia. Se nos sentimos amigos de várias pessoas, temos que pautar nossas vidas nos valores, pois do contrário poderemos decepcioná-los, quando e se realmente precisarem contar conosco. Façamos um culto aos mais belos e duradouros bens que a humanidade tem à disposição, uma vida virtuosa e digna, e sirvamos de exemplo digno de amizade.

fonte: www.afiliadogenial.com

Criando oportunidades

A vida é uma série constante de oportunidades. Se não tentarmos conseguir as coisas, se não aproveitarmos o que nos surge, então não poderemos estar em harmonia com a natureza essencial da vida.

O tigre é da mesma maneira. Ele se adapta a qualquer situação que surge. Se ele localiza a presa e não está pronto para caçar, a deixa seguir. Mas não deixou de agir. Ele deixou a presa escapar conscientemente, e isso é muito diferente de alguém que perde uma situação por reflexos lentos ou incapacidade. Quando o tigre deseja sua presa, pula sobre ela sem refletir nem hesitar.

Isso é envolvimento. Seja o que for que vier a você, envolva-se com ela de alguma maneira. Você a recebe, pode alterar as circunstâncias e deixar que se vá, pode interpor a ela algo seu ou deixar conscientemente que passe. Seja lá o que fizer, não há nenhuma necessidade de ser apático para com a vida. Em vez disso, a participação plena em todas as coisas é a melhor garantia de felicidade, vitalidade, sucesso e um conhecimento profundo das Leis da Natureza.

É bem interessante o paralelo comparativo traçado por Deng Ming-Dao no livro ´Tao, meditações diárias´ ..*.., onde vemos que um tigre tem que estar sempre bem preparado para cumprir seu papel na natureza, da mesma forma como os seres humanos se desenvolvem e evoluem com base nas oportunidades que aproveitam ou deixam de aproveitar, consciente ou inconscientemente, cabendo, a cada um, ter ciência se foi uma ação ou omissão realizada por nós, ou se estávamos distraídos e por isso não atuamos.

Para nos bem sucedermos na vida é preciso que estejamos fortalecidos interiormente, que nossa consciência esteja tranquila para podermos vislumbrar e aproveitar as oportunidades que nos aparecem. Estas passam por nós constantemente, dia após dia, ininterruptamente. Porém, na grande maioria das vezes não as vemos, não as escutamos, ou não percebemos que estão ao nosso redor. Se fossemos um tigre e estivéssemos ´anestesiados´ com o que se passa à nossa volta, morreríamos de fome.

E não me refiro aqui apenas às oportunidades no âmbito profissional, em mudar de emprego, conseguir mais clientes, melhorar projetos, qualificar nosso tempo, aumentar nossa eficiência., no meio familiar, onde podemos mudar de residência, adquirir um bem de consumo novo, mais sofisticado., no campo pessoal, comprando algo que nos agrade, realizando uma viagem etc. Estou me referindo a algo que é mais acessível, que está mais perto de nós e que irá colaborar para que os anseios acima se dêem com mais facilidade.

Em nosso dia-a-dia encontramos inúmeras pessoas, passamos por elas ou conversamos sem que nossa atitude esteja voltada para um envolvimento mais qualificado para com quem está diante de nós. Muitas vezes nossa relação é fria, superficial e restrita a algum tema, sem uma cálida interação própria do convívio humano. Essa constante superficialidade faz com que nossas atitudes careçam de profundidade em todos os âmbitos. Tais momentos são fundamentais e podem fazer brotar em nós o tato do relacionamento, a gentileza, a atenção, generosidade, solidariedade e muitas outras qualidades vitais para o aproveitamento sadio da vida e direcionamento acertado de nossos destinos.

Ano após ano nossos obstáculos são transpostos com mais ou menos dificuldade, com maior ou menor esforço sendo estes diretamente proporcionais à nossa determinação e envolvimento para com eles. É muito comum olharmos os problemas que passamos e vermos como não eram tão difíceis, nem tão medonhos, ou então, que, apesar de complicados, conseguimos nos sair bem. Mas a deficiência está no enfrentamento da situação. Não gostamos de nos depararmos com eles, pois não conhecemos nosso potencial para os transpor e isso, certamente se deve ao pouco aproveitamento do nosso tempo para nos desenvolvermos e evoluirmos como pessoas.

A grande maioria diz nunca ter tempo sobrando, no entanto, muito desse tempo é gasto com elementos de distração, excesso de entretenimento que não nos acrescenta nada, ou, o que é pior, nos deixa cada vez mais angustiados e confusos, pois deturpam os valores e crenças, promovendo de maneira irônica ou tragicômica, inversões no inconsciente coletivo com muita astúcia e conhecimento dos mecanismos psíquicos, manipulando a opinião pública e a formação digna do indivíduo.

Está na hora, ou melhor, é passada a hora de nos levantarmos e andarmos eretos, seguros, tranquilos e confiantes, rumo a uma sociedade mais justa, boa e bela. Esta pode ser utopia para muitos, mas realidade para os que cultivam a honestidade, a sinceridade e a perseverança, caçando sua presa quando devem fazê-lo, e deixando-a passar quando não estiverem preparados para tanto. Compete a cada um de nós aprender a discernir os melhores e os piores momentos de nossas vidas, pois aí mora a chave da felicidade.

Aprendendo a lidar com o medo

Você já subiu no vulcão Anthar?

Nunca. Não é proibido? Dizem que é perigoso, pois ele pode entrar em atividade.

Ravi sorriu como quem se dirige a uma criança a quem disseram que o fogo é perigoso porque queima, que a água é perigosa porque afoga, que os animais são perigosos porque mordem, e que tudo deve ser temido porque é perigoso de alguma maneira, ainda que não saibamos de momento qual seja. A educação pautada no medo fazia rir a Ravi, mas era um riso de condescendência e ao mesmo tempo de tristeza, diante da incapacidade humana em se fazer entender de forma construtiva, mesmo pelas crianças.

A humanidade havia desaprendido como ter obediência por respeito e por admiração. O medo era a ferramenta mais fácil, começava a ser utilizada na infância e continuava até a morte, o maior de todos os medos. As pessoas viviam com medo e morriam com medo, quando não morriam, muitas vezes, do próprio medo. O instrumento natural de proteção e sobrevivência era transformado em aparelho de letargia e inconsciência.

Se ele entrar em atividade, não fará muita diferença estarmos dentro da sua cratera ou estarmos bem aqui neste quintal olhando para esse bosque. Teremos apenas alguns minutos a mais para olhar de frente a nossa própria morte.
É muito interessante essa passagem do livro ´Paz Guerreira´ de Talal Husseini. A obra toda é cheia de ensinamentos em meio a uma leitura épica cativante que prende o leitor o tempo todo. Aqui ele dá mostras de como nossa sociedade tem vivido vitimada pela manipulação do medo por todas as coisas.

Como muito bem foi falado, o importante é desenvolver a consciência aprendendo a ter obediência por respeito e por admiração. E não pela imposição do medo. Uma qualidade própria e natural do ser humano, o respeito e a admiração fazem com que conheçamos cada uma das coisas as quais tomamos contato, sejam elas objetos, plantas, animais ou pessoas. O verdadeiro líder desenvolve sua qualidade de conhecer cada vez mais tudo aquilo da qual ele entra em contato. Não teme as pessoas, pelo contrário, procura conhecê-las para poder entrar em sintonia com as mesmas e produzir a partir dali algum tipo de harmonia que beneficiará a todos.

Muitas vezes tomamos por ruins pessoas que no fundo estão precisando de ajuda, que se encontram confusas ou em situações difíceis. O mais fácil seria admoestá-las e criticá-las e, caso estejam nos perturbando, reclamarmos para alguém que tome uma medida para extirpar o problema, omitindo-nos da responsabilidade por fazer algo. O que pode acontecer na maioria das vezes é que aquele que achávamos que tomaria a providência não consegue resolvê-lo e o que é pior, deixamos uma tensão ainda maior no ar.

Se, pelo contrário, procuramos nos envolver com tais pessoas, aproximando-nos gradativamente delas, procurando pontos de empatia para podermos nos relacionar com elas, perceberemos que depois de um tempo a sinergia nos possibilita tocar em assuntos que antes não podíamos porque éramos desconhecidos. Dessa forma, o respeito e a busca do ponto de ligação com o outro fez com que o envolvimento fosse possível.

É preciso que percamos o medo de nos relacionar com as pessoas por serem ´diferentes´ de nós. Também precisamos perder o medo do desconhecido, às mudanças e às transições. E isso só será possível a partir do momento que encaremos a vida sem deixarmo-nos dominar pelo medo. A partir do momento em que deixarmos de lado a mentalidade temerosa a qual fomos induzidos ao longo dos anos, compreenderemos o sentido e a importância das coisas por nós mesmos.

Estudando suas características, seus malefícios e benefícios, tendo sempre conosco o respeito por tudo e os objetivos altruístas que norteiem nossos passos, poderemos fazer do medo uma ferramenta que nos alerte de perigos para que tomemos cuidados e nos preparemos adequadamente para superar cada obstáculo que a vida colocar diante de nós.

Para melhorar há que Mudar

Haw sabia que estava perdendo o controle da situação.

Finalmente, um dia, Haw começou a rir de si mesmo.

Haw, olhe para você. Faz sempre as mesmas coisas e se pergunta por que elas não melhoram. Se isso não fosse tão ridículo, seria ainda mais engraçado.
Haw não gostava da idéia de ter de correr de novo pelo labirinto, porque sabia que ficaria perdido e não tinha a mínima idéia de onde iria encontrar algum Queijo. Mas teve de rir de sua insensatez quando percebeu o que o medo estava fazendo com ele.

Ele sabia que às vezes algum medo pode ser bom. Quando você teme que as coisas estejam piorando, se não toma uma atitude, isso pode instigá-lo a agir. Mas não é bom quando você fica tão assustado a ponto de impedi-lo de fazer qualquer coisa.

Um dos elementos mais importantes da atualidade para se alcançar o sucesso está muito bem relatado nesse pequenino livro de Spencer Johnson, ´Quem mexeu no meu Queijo´ ..*… É um livro de leitura rápida, de fácil compreensão, sem palavras difíceis e que pode ser assimilado por qualquer pessoa, agradando também aos jovens pela estória envolvente.

Talvez a grande diferença que encontramos entre as pessoas que conseguem atingir níveis mais altos, que conseguem chegar a patamares melhores, radica no ponto abordado no livro e que é o da MUDANÇA.

O que difere aqueles que atingem os pontos possíveis e imaginados por cada um, daquelas pessoas que não conseguem sair da mesma situação, que ficam na mesmice de sempre, de certa forma se sentido frustradas por não estarem numa condição melhor em suas vidas, é a ação em direção à mudança.

Não é possível uma pessoa obter melhores resultados do que possui em qualquer das áreas a que possamos nos referir se ela continua fazendo as mesmas coisas. Se suas ações são sempre as mesmas, onde ela repete diariamente os mesmos condicionamentos e hábitos automáticos, verdade seja dita, que a levaram a conquistar o que hoje ela tem, é justamente isso que está atrapalhando-a em novos resultados, pois requerem outros tipos de ações. Se seus limites continuam iguais e psicologicamente intransponíveis e ela, de fato, não se esforça para encontrar formas de conhecê-los melhor, de estudá-los para vencê-los., se a sua forma de pensar, observar, olhar as coisas é sempre a mesma, não buscando outras nuances e ângulos diferentes, embora seu sentimento seja o de querer coisas novas e melhores, não conseguirá subir os degraus almejados.

Embora possamos perceber um otimismo generalizado onde todo mundo sente alegria em descrever seus sonhos e anseios, diretamente relacionados com a qualidade de vida, com um estilo mais natural e saudável, com a preservação do meio ambiente, a ajuda ao próximo e a colaboração para com a sociedade, existe uma barreira que precisa ser transposta e é exatamente a da mudança das atitudes para mudar os resultados alcançados. Enquanto isso não acontece, dificilmente consegue-se uma alteração substancial dos resultados.

Apesar da grande dificuldade na transposição todos nós somos capazes de consegui-la. Para tanto é necessário sempre um primeiro e pequeno passo. Depois, mais um pequeno passo e, gradativamente, começamos a caminhar em direção a novas formas de agir, que produzirão novos resultados, dentre os quais aqueles que estávamos visando. Certamente que algumas dificuldades serão encontradas, no entanto, como sempre foi assim em nossas vidas, e na de todos, quando nos deparamos com as dificuldades estamos prontos para enfrentá-las e superá-las. Onde existe uma dificuldade, próxima a ela sempre está a solução. Pode acreditar e conferir.

É impossível passar por cima do direito

Sólon não redescobriu as idéias de Hesíodo. Não precisava fazê-lo: limitou-se a desenvolvê-las. Também ele está convencido de que o direito tem um lugar insubstituível na ordem divina do mundo. Não se cansa de proclamar que é impossível passar por cima do direito já dizia o Geronimo Theml que é coach e advogado, porque este acaba sempre por triunfar. Assim que a irregularidade humana ultrapassa os seus limites, sobrevêm, cedo ou tarde, o castigo e a necessária compensação.

Já na antiguidade, os grandes sábios que se dedicavam ao estudo da natureza humana, do Universo e da Divindade, conheciam elementos fundamentais e úteis para os dias atuais, que encontramos no livro ´Paidéia´..*.., onde vemos que todas as irregularidades tem limites que cedo ou tarde terão a sua respectiva compensação.

Dia após dia ouvimos notícias sobre coisas erradas cometidas por pessoas desde os órgãos de governo, grandes empresas e clubes esportivos, até pequenos comerciantes e pessoas das mais diversas condições sociais. Mas, sem dúvida, ao longo do tempo as situações vão se afunilando e a antiga máxima de que a ´justiça tarda mas não falha vai se consolidando´.

Embora exista no inconsciente coletivo a idéia de que vivemos no país (ou mundo) da impunidade, isso não é verdade. É certo que em muitos casos a impunidade seja evidente, porém, em outros casos a pessoa acaba pagando por seus erros. No entanto, nem só de aparências vive o homem e muitas vezes o que aparece como impunidade aos olhos das pessoas, dentro da pessoa que cometeu o delito está acontecendo uma enorme revolução e destruição de todas as qualidades inerentes ao ser humano.

Sabemos que quase a totalidade das enfermidades contraídas pelas pessoas são psicossomáticas, descargas do psicológico e mental no corpo. A maior parte das pessoas que cometem delitos entram em processos de degeneração orgânica que atingem estados terminais de muito sofrimento. Além do mais, não possuem mais a consciência tranquila, própria da qualidade de vida elevada, tampouco conseguem viver de forma natural e expontânea, olhando as pessoas de frente, sem terem que se esconder por trás de suas máscaras e representações.

Pouco a pouco seus núcleos familiares vão desabando e seus círculos de amizade passam a não existir, uma vez que a verdadeira amizade, segundo Cícero, somente se dá com as pessoas corretas, que se relacionam franca e honestamente.

Precisamos deixar de nos preocupar com aquilo que não depende de nós e canalizar nossa energia para as coisas que depende de nós. Se estamos em cargos diretamente relacionados com a justiça, cabe a nós executá-la da forma mais verdadeira, fazendo prevalecer o bem comum, a verdade, e não o interesse de quem nos paga. Devemos orientar aquele que nos procura a ser justo e a arcar com seus erros, orientando-o para que se regenere e se redima de seus atos, ao invés de querer fazer com que ele saia por cima, como senhor da situação, aumentando ainda mais a carga de injustiças da sociedade, evitando que nós, os orientadores não ultrapassemos os limites da irregularidade.

O maior mal não é ser vítima de uma injustiça, É COMETÊ-LA! Façamos nossas tarefas o melhor possível, sempre procurando a perfeição de forma honesta e sem estresse, harmonizando-nos com as situações, ao invés de querer carregar o mundo nas costas. Se cometermos erros, estes serão nossos referenciais para encontrar a ação correta. ´Não há maior crime que matar um sonho, nem maior virtude que realizá-lo´ (Jorge Angel Livraga). Caminhemos em direção aos verdadeiros sonhos, aqueles que trazem o bem estar a todos, ao invés das fantasias egoístas próprias dos fracos. Construamos uma sociedade nova e melhor para que nossos filhos e netos possam ter a satisfação de ter nossa descendência no peito e a humanidade no coração.

Para saber mais sobre o Geronimo Theml, acesse esse site:
https://www.coach1.com.br/geronimo-theml-viver-de-coaching-e-awake/

Qual o seu jeito?

Apesar do título sugerir algo sobre psicologia do comportamento ou um texto sobre moda e etiqueta, a nossa conversa será sobre empresas, comunidades e as possíveis contribuições que estes podem dar para melhorar o desenvolvimento delas mesmas e ainda ajudar o Mundo.

Hoje as empresas estão intensificando sua relação com a comunidade, devido a uma nova exigência de mercado, o fator Responsabilidade Social. Este fator implica num movimento das empresas no sentido de buscar auxiliar as comunidades, tornando-se co-responsáveis pelo desenvolvimento destas comunidades. A Responsabilidade Social hoje tem um significado tão importante dentro das empresas que já fazem parte do planejamento estratégico destas. A Responsabilidade Social não têm o mesmo significado que uma ação filantrópica ou uma promoção social, a Responsabilidade Social implica em projetos com orçamentos próprios e com etapas orientadas e avaliadas por equipes gestoras capacitadas para isto.

Algumas empresas chegam a criar fundações ou estimular as comunidades a se organizarem em torno de projetos que ajudem no desenvolvimento da própria comunidade. Estes projetos apoiados pelas empresas na sua maioria se encaixam no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, que por sua vez elenca os objetivos de desenvolvimento do milênio. Estes objetivos estão organizados em oito macro-objetivos que segundo a ONG Nós Podemos (www.nospodemos.org.br), deverão ser atingidos pelos países até o ano de 2015, por meio de ações concretas dos governos e da sociedade. A ONG Nós Podemos, criou uma marca onde de forma alegre apresenta as oito maneiras de mudar o mundo e indaga, QUAL O SEU JEITO?

O sétimo objetivo Qualidade de Vida e Respeito ao Meio Ambiente têm sido e não por acaso o mais abordado nos programas de Responsabilidade Social das empresas. O bem cuidar do meio ambiente atrai os olhares da mídia e da sociedade, além de ser um cuidado fundamental de todos hoje, pois se trata de uma questão de sobrevivência também. Alguns programas que trabalham com as questões ambientais retornam ainda para as comunidades e até para as empresas lucros que normalmente são aplicados no melhoramento destes e outros programas sociais e ambientais. Um exemplo é o trabalho desenvolvido com os resíduos sólidos, outrora chamados de lixo. Com os processos de separação do lixo algumas comunidades já ganharam a parceria de empresas.

O resíduo inorgânico depois de separado pode ser vendido, mas algumas comunidades estão trabalhando o artesanato com estes resíduos, a parte inorgânica através de processos naturais são transformadas em composto orgânico é o chamado processo de compostagem. Este composto orgânico que nada mais é do que um adubo livre de agrotóxicos pode ser amplamente utilizado em plantações de produtos que usam o selo de produto orgânico.

Estes são alguns “jeitos” de fazer bem ao meio ambiente, a sociedade, ao mundo e ainda lucrar com um resíduo que seria totalmente desprezado. Além destes “pequenos projetos”, existem outras importantes ações que precisam ser reconhecidas estimuladas e desenvolvidas. O fundamental é participar de forma positiva na melhora da qualidade de vida do mundo.

Então Qual o seu jeito?

ECOSSISTEMA PESSOAL, EQUILÍBRADO!

Colocando combustível adulterado em nosso carro ele funcionará abaixo da própria capacidade e, mais dia menos dia, teremos grandes problemas. Pneus murchos e sem a devida calibragem, produzirão um desgaste irregular nos mesmos que afetarão sua vida útil, tendo que substituí-los antes do tempo.

Se misturarmos vários ingredientes para a preparação de um determinado alimento, e um dos produtos estiver estragado, isso comprometerá o sabor e a qualidade da nossa refeição, podendo afetar diretamente nossa saúde. Um bom vinho, se não for armazenado em local adequado, estragará e perderá sua persistência e qualidades.

Por melhor que sejam os profissionais, os pais e mães de família, os estudantes e amigos, se algo que lhe é próprio estiver desregulado, sua qualidade pessoal também estará comprometida.

Desperdiçar água quando tomamos banho, escovamos os dentes ou lavamos as mãos deixar estragar alimentos, tendo que jogá-los no lixo usar a energia elétrica sem a mínima responsabilidade de forma a atender corretamente as nossas necessidades etc, isso tudo gera um desequilíbrio no âmbito pessoal.

A questão do meio ambiente está diretamente relacionada ao equilíbrio pessoal. Urge que cada um de nós se encarregue da sua parte.

Se moramos em locais cujo desperdício é uma realidade, cabe a cada um de nós como cidadão responsável, denunciar aos demais e unir forças para que isso seja corrigido o antes possível.

Não fazendo bom uso dos recursos naturais, sem dúvida que nossa qualidade de vida estará comprometida e isso atrairá ao nosso subconsciente uma grande carga de insatisfação, gerando neuroses, depressões e angústias que muitas vezes nos assolarão durante o dia, sem sabermos de onde vieram.

O problema que nosso planeta enfrenta é conseqüência do acumulo de ações e interesses de cada um de nós. Se as fábricas estão poluindo, é porque queremos o celular mais moderno, o carro último tipo, a roupa da moda, ou seja, o conismo desenfreado, aliado ao exposto acima, conduzem ao desequilíbrio refletido a nível mundial.

Como indivíduo consciente dentro da nossa sociedade devemos controlar essas simples e pequenas questões individuais para que, no todo, possamos ter uma reação diferente daquela que foi gerada.

Cabe aos jovens refrear esse desperdício e conismo. É dever dos adultos que são jovens de espírito colaborar e utilizar suas inteligências direcionadas à solução de questões tão importantes. Os grupos da melhor idade que possuem jovialidade precisam fiscalizar e motivar ações envolvendo todas as faixas etárias nessa causa nobre e justa.

O amanhã depende de hoje, mantenha o ânimo em alta. Acredite numa sociedade nova e melhor, faça a sua parte, todos se beneficiarão com isso e nós, sem dúvida nenhuma, como os grandes atletas, músicos e artistas, sentiremos a felicidade e a satisfação pulsando dentro de nós.