Para melhorar há que Mudar

Haw sabia que estava perdendo o controle da situação.

Finalmente, um dia, Haw começou a rir de si mesmo.

Haw, olhe para você. Faz sempre as mesmas coisas e se pergunta por que elas não melhoram. Se isso não fosse tão ridículo, seria ainda mais engraçado.
Haw não gostava da idéia de ter de correr de novo pelo labirinto, porque sabia que ficaria perdido e não tinha a mínima idéia de onde iria encontrar algum Queijo. Mas teve de rir de sua insensatez quando percebeu o que o medo estava fazendo com ele.

Ele sabia que às vezes algum medo pode ser bom. Quando você teme que as coisas estejam piorando, se não toma uma atitude, isso pode instigá-lo a agir. Mas não é bom quando você fica tão assustado a ponto de impedi-lo de fazer qualquer coisa.

Um dos elementos mais importantes da atualidade para se alcançar o sucesso está muito bem relatado nesse pequenino livro de Spencer Johnson, ´Quem mexeu no meu Queijo´ ..*… É um livro de leitura rápida, de fácil compreensão, sem palavras difíceis e que pode ser assimilado por qualquer pessoa, agradando também aos jovens pela estória envolvente.

Talvez a grande diferença que encontramos entre as pessoas que conseguem atingir níveis mais altos, que conseguem chegar a patamares melhores, radica no ponto abordado no livro e que é o da MUDANÇA.

O que difere aqueles que atingem os pontos possíveis e imaginados por cada um, daquelas pessoas que não conseguem sair da mesma situação, que ficam na mesmice de sempre, de certa forma se sentido frustradas por não estarem numa condição melhor em suas vidas, é a ação em direção à mudança.

Não é possível uma pessoa obter melhores resultados do que possui em qualquer das áreas a que possamos nos referir se ela continua fazendo as mesmas coisas. Se suas ações são sempre as mesmas, onde ela repete diariamente os mesmos condicionamentos e hábitos automáticos, verdade seja dita, que a levaram a conquistar o que hoje ela tem, é justamente isso que está atrapalhando-a em novos resultados, pois requerem outros tipos de ações. Se seus limites continuam iguais e psicologicamente intransponíveis e ela, de fato, não se esforça para encontrar formas de conhecê-los melhor, de estudá-los para vencê-los., se a sua forma de pensar, observar, olhar as coisas é sempre a mesma, não buscando outras nuances e ângulos diferentes, embora seu sentimento seja o de querer coisas novas e melhores, não conseguirá subir os degraus almejados.

Embora possamos perceber um otimismo generalizado onde todo mundo sente alegria em descrever seus sonhos e anseios, diretamente relacionados com a qualidade de vida, com um estilo mais natural e saudável, com a preservação do meio ambiente, a ajuda ao próximo e a colaboração para com a sociedade, existe uma barreira que precisa ser transposta e é exatamente a da mudança das atitudes para mudar os resultados alcançados. Enquanto isso não acontece, dificilmente consegue-se uma alteração substancial dos resultados.

Apesar da grande dificuldade na transposição todos nós somos capazes de consegui-la. Para tanto é necessário sempre um primeiro e pequeno passo. Depois, mais um pequeno passo e, gradativamente, começamos a caminhar em direção a novas formas de agir, que produzirão novos resultados, dentre os quais aqueles que estávamos visando. Certamente que algumas dificuldades serão encontradas, no entanto, como sempre foi assim em nossas vidas, e na de todos, quando nos deparamos com as dificuldades estamos prontos para enfrentá-las e superá-las. Onde existe uma dificuldade, próxima a ela sempre está a solução. Pode acreditar e conferir.